7 de jun de 2012

O Primeiro Encontro (Parte II)






Eu parei alguns segundos tempos – foi assim que eu enxerguei – quis de fato entender o que ele quis dizer com aquilo, embora fosse tão obvio quanto o semblante que ele resolveu esconder ao abaixar a cabeça, mas ele se esqueceu da tal da química – essa se espalhou pelos ares e adentrou as minhas narinas e por isso fiquei a questionar o que fora aquilo – então eu cortei todo o momento com minha rispidez e disse: Vamos ao trabalho? O que você precisa que eu vista? Maquiagem? – Não! Por primeiro momento assim como você está é perfeito! – Respondeu ele – Mas como, tem certeza? – Perguntei decepcionada, esperava uma produção e então me dei por conta de que não havia uma equipe, era apenas eu e Asher.

Vamos fazer o seguinte como você está vestida sem o uniforme de bailarina, vamos fotografar você alongando-se – Sugeriu Asher e eu assenti com a cabeça dirigindo-me até a barra de ferro que dava visão para rua, então percebi que faltava algo para que tudo se iniciasse, na verdade eu precisa de um estimulo, então percebi era a musica – e quando o assunto é esse sou inteiramente incomum em comparação com outras bailarinas, normalmente você veria uma bailarina escutando musica clássica, mas eu não! Eu prefiro a musica da cidade, as batidas e o ritmo, eu prefiro rithms and blues – fui em direção ao pequeno aparelho de som na outra extremidade da sala próxima a porta de entrada, por onde tudo começou - logo percebi que o menino estava me olhando e muito, pensei comigo ele nunca vai me ter, embora seja charmoso, mas que futuro poderia me dar – apertei play a musica instrumental de Halo iniciou-se, movimentei o pescoço e ouvi o primeiro clicar da câmera e tudo começou. Foi um ensaio perfeito, o resultado estava sendo surpreendente. Esperava muitas risadas e descontração durante o ensaio, mas estávamos muitos tensos. De alongamento fui efetivamente a passos base de ballet, não nego que a precisão dos passos unidos a um semblante sereno tornam o ballet algo sedutor e percebi que Asher estava deixando-se seduzir, mas sem perceber a concentração de Asher, em mim ou no trabalho, estava deixando-me concentradamente seduzida por ele:  olhos castanhos são charmes, pele transpirando perfume cedro, camisa com xadrez grande, mãos precisa; foi um jogo de sedução. Então como decidir o fim de tudo, se ele e eu estávamos não conseguíamos controlar o instinto, foram quase três horas de ensaio e a exaustão e o frio logo decidiram o fim. Estou cansada – lancei para ele com um ar de decepção. É! Também estou, mas foi ótimo! – Ele disse analisando a câmera com o rosto corado. Fiz de propósito: cheguei até ele e bem próximo analisei a foto que estava na câmera e num piscar de olhos eu fiquei extasiada, quase nem percebi que as narinas de Asher quase grudaram em meu pescoço  - Nossa! Que perfume cheiroso! – Ele lançou ao perceber que meus olhos ríspidos o questionavam sobre o que estavam acontecendo – Ah sim! Eu gosto de perfumes doces. Ganhei. Bem acho que vou para casa acredito que seja tarde – verifiquei que já era absurdamente tarde, pois eram 02h15 da madrugada – Moço! Eu preciso mesmo ir, está muito tarde e amanhã tenho aulas cedo aqui. – Bem eu te acompanho até sua casa, afinal eu causei esse transtorno – Não, imagina! Sou meio grande para isso! – Eu insisto vou me sentir menos culpado – Pelo que!? Afinal você não pagou pelo trabalho! – Bem, seja como queira! – Estávamos descendo até o térreo, quando cai nos últimos degraus da escada – Bosta! Detesto escuro e escadas! – Quer ajuda! Disse ele já abaixado e com as mãos preparadas. Levantei, mas no entanto não consegui fixar o pé esquerdo no chão – Acho que vou ter que te levar! – É acho que estamos juntos! Mas chame um taxi e ele me deixa na porta de casa! – Bem, não quero ser pessimista, mas a rua mais próxima que taxistas passam está há alguns quarteirões e você não vai aguentar ficar de uma perna só por tanto tempo, então porque não vamos hoje no carro que estou! – Ah! Pode ser! – Disse decepcionada e sem pensar.





4 comentários:

  1. Seu blog ficou muito legal, tá uma delicia visitar aqui. E seus textos incríveis como sempre..
    http://primeirapessoa-dosingular.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. olá, primeiro desculpa nao ter comentado da outra vez, minha net tiinha caido, detesto calotes e por isso comentarei no de baixo tambem

    o texto é muito bem escrito e muito bem elaborado, gostei dos personagens

    sucesso

    ResponderExcluir
  3. Não me canso em dizer o quanto vc escreve beeem! *O* Mil parabéns! O texto perfeitamente bem escrito.

    ResponderExcluir
  4. Achei linda a imagem que tu escolheu pra representar a segunda parte da história! Ansiosa pelo que vem a seguir. :)

    :*

    http://hey-london.net

    ResponderExcluir